O uso de produtos de limpeza inadequados, assim como a falta de cuidados rotineiros, ajuda a desgastar o esmalte do piso de cerâmica. Veja neste artigo o que fazer quando isso acontece.

Apesar de ser resistente e de fácil limpeza, o piso de cerâmica também precisa de cuidados especiais para que seu brilho dure por mais tempo. Usar produtos inadequados, assim como arrastar móveis sem a devida proteção, pode causar riscos e contribuir para desgastar o esmalte da superfície.
Cabe destacar que o esmalte, além de ser responsável pelo brilho, também serve para revestir e impermeabilizar a cerâmica. Desse modo, os descuidos no cotidiano podem ser responsáveis pela remoção da capa, deixando o piso sem vida e desprotegido.
De olho nos produtos de limpeza
Ao contrário do que algumas pessoas podem pensar, nem todos os produtos de limpeza podem ser usados para limpar o piso de cerâmica. Alguns, aliás, são considerados extremamente prejudiciais, como os limpadores de pedra ou de ferrugem, os quais contêm ácidos que coroem o esmalte.

É preciso evitar também o uso de desinfetantes e alvejantes, pois eles contribuem para a abertura dos poros do piso, fazendo com que a cerâmica fique mais sujeita a manchas. Além disso, o uso de álcool igualmente pode gerar manchas de difícil remoção.
O que fazer quando esmalte está desgastado?
Depende muito do nível do desgaste do esmalte. Em alguns casos, dificilmente a cerâmica voltará a contar com o mesmo brilho e proteção, o que faz com que medidas alternativas necessitem ser tomadas. De todo modo, especialistas em tratamentos de pisos em cerâmica explicam que existem algumas possibilidades, como:

Tratamento artificial: esse processo consiste no uso de uma cera acrílica (uma espécie de resina) destinada a dar brilho à cerâmica. São necessárias entre 2 ou 3 aplicações, além de manutenção constante. É uma alternativa considerada de baixo custo e que oferece bons resultados.
Revitalização: essa é uma solução definitiva e realizada por empresas especializadas. Para isso, é feito um processo de restauração do esmalte da cerâmica, através do uso de equipamentos, deixando o piso uniforme e sem riscos.

Pintura da cerâmica: uma terceira opção para quem não quer trocar todo o piso cerâmico e, desse modo, evitar grandes gastos, é pintá-lo. Existem tintas específicas, as quais são resistentes. A alternativa, aliás, é bastante comum em países da Europa, assim como nos Estados Unidos.Dicas para limpar o piso de cerâmica
É normal que, com o passar dos anos, o esmalte da cerâmica sofra um desgaste natural, o qual é provocado pelo uso e pela ação do tempo. No entanto, se alguns cuidados cotidianos forem tomados, é provável que o piso mantenha o brilho por mais tempo:
Evite lavar o piso: apesar de ser mais resistente que a madeira, por exemplo, o piso cerâmico também sofre com o excesso de água. Desse modo, o indicado é limpar a superfície apenas com pano úmido. Caso o piso necessite de uma limpeza mais profunda, opte por um detergente neutro específico e o dilua em água.
Evite materiais abrasivos: escolha vassouras e escovas de cerdas suaves para limpar o piso. Do mesmo modo, não use materiais abrasivos, como esponjas ou palhas de aço, as quais provocam o desgaste do esmalte.